FacebookYoutubeRSSPartilhar

Fontanários em Santa Comba de Rossas

Chart?chst=d map spin&chld=0
Slideshow
  • Img 2463  medium  1 1024 2500
  • Img 2468  medium  1 1024 2500
  • Img 2466  medium  1 1024 2500
  • Img 2470  medium  1 1024 2500
  • Img 2471  medium  1 1024 2500
  • Img 2464  medium  1 1024 2500

Estes dois fontanários e bebedouros na aldeia de Santa Comba de Rossas têm a particularidade de apresentarem painéis de azulejos com versos relacionados com a temática da água. Da autoria de Américo de Almeida e datados de 1950.

Ora, para não haver dúvidas deixamos aqui a composição destas belas quadras:

Não chores mais reprime tuas máguas
Não busques neste mundo a perfeição!..
Por mais puras que sejam tuas águas
Não lavam bem a roupa sem sabão!

Diz-me ó fonte a razão do teu penar?!
P’ra chorares assim continuamente!
Oh julgas, talvez poder lavar
A língua suja e vil de certa gente?

Depois de ter corrido o mundo inteiro
Vim encontrar aqui, neste cantinho
Um caso singular, mas verdadeiro:
A água bem mais fina do que o vinho!

Pára e bebe viandante temerário
Eis aqui a abundância e a franqueza!
Nas águas puras deste fontenário
Que são o maior bem da natureza!

Morada

Santa Comba de Rossas, Bragança

Pontuação
Ainda não tem opiniões registadas
Total de Visualizações
2307 visualizações

Sugestões