FacebookYoutubeRSSPartilhar

Lorga de Dine

Chart?chst=d map spin&chld=0
Slideshow
  • 1.4.3.119c  medium  1 1024 2500
  • Lorga interior1  small  1 1024 2500
  • T10 03   9   medium  1 1024 2500
Lorga de Dine é uma pequena gruta localizada num dos escassos e pequenos maciços calcários existentes no nordeste transmontano. Até ao momento conhecem-se na gruta duas salas, contíguas, a partir das quais partem algumas galerias, uma delas, encimada por uma chaminé, que poderá ter constituído um ponto de contacto com o exterior.
Não é impossível que algumas das galerias possam ter acesso a novas salas ainda desconhecidas.

Tanto as salas como as galerias apresentam uma espessa sedimentação. A gruta foi alvo de algumas campanhas de escavação episódicas, as primeiras nos anos 60 e as restantes na década de 80 do século XX, havendo também espólio recolhido por particulares em intervenções clandestinas. Até ao momento não foi seguramente identificada qualquer fase de ocupação anterior ao Calcolítico, embora não seja ainda de excluir essa possibilidade.
 
As duas principais fases de ocupação são o Calcolítico e a Idade do Bronze, amplamente representadas nos numerosos materiais recolhidos, havendo também alguns materiais, mais escassos, de uma terceira fase de ocupação, do Bronze Final/Idade do Ferro. Sabe-se que pelo menos em alguns momentos, a gruta foi utilizada como necrópole, mas esta poderá não ter sido a sua única função, sugerindo-se também a sua utilização como local de armazenamento, considerando alguns dos grandes vasos documentados.
 
O espólio recolhido é numeroso e de significativa qualidade, destacando-se a grande quantidade de cerâmica, muitos vasos inteiros, na sua maioria profusamente decorados. 
Há também abundante material lítico e osteológico humano e animal. Para além da gruta, é possível que a plataforma em frente à atual entrada tenha também vestígios de ocupação. Quanto ao habitat relacionado com a ocupação da gruta, é muito provável que se trate do Crasto de Dine, que é o topo do cabeço em cuja encosta se localiza a gruta, ainda que até ao momento não haja indicações seguras de ocupação deste local coincidente com a ocupação da gruta.
 
Muitas das peças recolhidas nas escavações estão expostas no Núcleo Interpretativo da Lorga de Dine.
 
Classificação
Imóvel de Interesse Público (Decreto n.º 67/97, DR, I Série-B, n.º 301, de 31-12-1997)
Pontuação
Ainda não tem opiniões registadas
Total de Visualizações
2762 visualizações