FacebookYoutubeRSSPartilhar

Castro Curisco 1

Chart?chst=d map spin&chld=0
Slideshow
Montesinho 2  medium  1 1024 2500

A zona onde se encontram as rochas gravadas fica numa das muitas concentrações de rochas graníticas da área, na parte montante de uma pequena linha de água de torrente sazonal, que forma um pequeno vale pouco acentuado. O Abade de Baçal menciona a existência de três rochas diferentes com gravuras, com representações de cruzes e covinhas. Uma seria a Fraga Medideira, outra a chamada Fraga Bulideira e a terceira não teria designação particular.

Mila Simões de Abreu e Ludwig Jaffe identificaram ao todo 19 rochas gravadas na zona de Castro Curisco, divididas em dois núcleos separados e das quais só uma apresentava cruzes gravadas, que foi chamada Fraga da Porca e colocada a hipótese de corresponder à Fraga Medideira.

Na relocalização da Extensão do ex-IPA de Macedo de Cavaleiros apenas foi localizado o primeiro núcleo de Castro Curisco e confirmado que a Fraga da Porca corresponde efectivamente à Fraga Medideira (assim chamada porque as crianças pastores da aldeia de Montesinho tinham a tradição de medirem a sua altura através das cruzes nas paredes verticais da rocha). Neste núcleo, de seis rochas gravadas, só uma, a Fraga Medideira, apresenta cruzes gravadas. Esta rocha difere claramente das restantes, destacando-se do conjunto por ser um bloco solto, elevado do solo, de forma irregular mas vagamente retangular, com cerca de 2 x 2 metros. Todas as paredes verticais apresentam-se gravadas, aparentemente só com cruzes, simples, de dois e três braços.

As restantes rochas são afloramentos ao nível do solo, decoradas com covinhas, algumas das quais de grandes dimensões. Também se regista uma rocha com um motivo em forma de pegada. Claramente, a disposição da maioria das covinhas não é aleatória, estando quase todas dispostas em alinhamentos de vários tipos, destacando-se o que se pode chamar o alinhamento em "Y", em que um alinhamento contínuo inicial se divide em dois ramos paralelos. É um aspeto interessante que em algumas rochas destes alinhamentos sigam linhas de fratura e escorrimentos de água nas rochas, responsáveis aliás pela maior degradação destas gravuras em relação às outras.

Muitos dos afloramentos da zona estão cobertos de areia ou musgos, pelo que é provável a existência de mais rochas gravadas, atualmente ocultadas. A rocha 1 é composta por um conjunto de 29 figuras. A rocha 2 é constituída por um total de 72 covinhas. A rocha 3 consiste numa enorme superfície rochosa com numerosos alinhamentos, constituídos por 15 covinhas de média dimensão. A rocha 5 tem um total de 16 covinhas de notáveis dimensões e dispostas em duas filas. A rocha 6 integra 14 covinhas, bastante desorganizadas. Finalmente, a rocha 7 tem três alinhamentos de covinhas, algumas
das quais com dimensões consideráveis, num total de 34 gravuras.

Morada

Montesinho

Pontuação
Ainda não tem opiniões registadas
Total de Visualizações
3559 visualizações

Sugestões