FacebookYoutubeRSSPartilhar

Igreja Paroquial de Caçarelhos, adro e escadaria de acesso

Chart?chst=d map spin&chld=0
Slideshow
  • 2.2.1.20b  medium  1 1024 2500
  • 2.2.1.20a  medium  1 1024 2500

Dedicada a São Pedro, a Igreja Matriz de Caçarelhos foi edificada, muito possivelmente, entre o final do século XVI e o início do século XVII. Contudo terá substituído outro templo, referido na documentação desde o

século XIV, durante reinado de D. Dinis. A localização deste templo mais antigo não é possível determinar. O crescimento da paróquia e a ruína da igreja primitiva poderão ter originado a edificação de uma nova, de

dimensões superiores e linguagem arquitetónica atualizada em relação ao seu tempo. As pinturas a fresco que ainda se conservam na nave e que representam "Nossa Senhora entregando o rosário a São Domingos" integrada num retábulo fingido e, do lado oposto, "São Miguel", têm vindo a ser atribuídas ao período maneirista.

O portal principal é característico do século XVII, de volta perfeita, flanqueado por colunas toscanas que suportam o entablamento e sobre o qual se erguem os pináculos que enquadram a moldura central envolta por duas volutas. No decorrer do século XVIII, talvez por ruína ou apenas por uma questão de atualização, a igreja foi alvo de uma profunda intervenção, que incidiu sobre a capela-mor, totalmente refeita, a sacristia e parte do corpo do templo que adquiriu uma porta lateral, de linguagem barroca. A cronologia desta intervenção não se deverá afastar da data de 1752, inscrita na peanha que suporta a cruz, no remate da capela-mor.

Poucos anos depois foi a vez da área envolvente ser alvo de ampla remodelação, com a construção do escadório barroco, que tem início numa larga voluta ligada ao pedestal que suporta um amplo pináculo e que conduz

diretamente ao portal principal. Custeada pelos fregueses, esta obra foi concluída em 1755, ano que se reparte nos pedestais que rematam a escadaria.

 
Classificação
EVC - com Despacho de Abertura; Procedimento prorrogado até 31 de Dezembro de 2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011
Pontuação
Ainda não tem opiniões registadas
Total de Visualizações
3187 visualizações

Sugestões