FacebookYoutubeRSSPartilhar

Cristas Quartzíticas

Chart?chst=d map spin&chld=0
Slideshow
  • Rtft 17 setmbr 04 010  medium  1 1024 2500
  • Rtft 17 setmbr 04 009  medium  1 1024 2500
  • Pinheirovelho contim   crista quartzitica  medium  1 1024 2500
  • Rtft 17 setmbr 04 016  medium  1 1024 2500
  • Contim seixas   crista quartzitica 1 1024 2500

Os quartzitos são rochas de génese sedimentar ou mesmo metamórfica, constituídos essencialmente por quartzo, um mineral translúcido de grande dureza e resistência.

Quando em disposição linear nos cumes e pendores das serras e se tornam proeminentes por erosão das formações xistosas envolventes, constituindo-se como excrescências informes de dimensão relevante, se não contínuas, pelo menos alinhadas, têm-se as cristas quartzíticas.

Na Terra Fria estes relevos residuais afloram em diversos locais, com uma orientação, aproximadamente noroeste-sudeste, sendo sempre ocorrências de grande valor paisagístico, como se pode ver nos Pinheiros, nas vertentes do vale do Assureira.

Estes extensos alinhamentos observam-se em outros locias da Terra Fria, nomeadamente: um da Serra de Nogueira, por Penhas Juntas até à Lomba e outro de Ervedosa a S. Jumil, prolongando-se além do rio Mente; em rio de Onor; em Deilão; no flanco sul da serra de Nogueira; entre Paradinha Nova e Carção; a sul de Quintanilha; e no vale do rio Maçãs, a jusante da confluência da Ribeira do Freixoal; e a. Em Deilão, curiosamente, a superfície dos quartzitos apresenta uma cobertura de corpos cilíndricos filiformes com o aspeto de cordões torcidos e sobrepostos, prováveis vestígios fossilíferos que a erosão pôs a nu e que, por semelharem caracteres alfabéticos, são afloramentos localmente conhecidos por "Pedras Escrevidas".

Existe ainda uma série de cumeadas quartzíticas, na faixa sul do Planalto de Miranda, as serras de Zava, Variz e Castanheira.

Pontuação
Ainda não tem opiniões registadas
Total de Visualizações
1987 visualizações